sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Pulgões e Colchonilhas



Umas das pragas mais comuns em hortas são os primos pulgão e colchonilha. Eles parecem pequenos piolhos brancos que grudam nas folhas das plantas para sugar sua seiva. Gostam preferencialmente das folhas de couve e tomate, mas se não tomar providencias para seu extermínio ele pode infestar a horta toda.


O mais irritante destes bichinhos, é que são difíceis de ser percebidos, e quando vemos, já estão por toda a parte. Por isso, sempre que for regar suas plantinhas, levante as folhas e observe se não há algum pulgão.

A foto ao lado mostra a colchonilha no caule de uma planta. Ela pode ser amarela, marrom ou enegrecida, mas a mais comum é esta, branca.

Um dos principais predadores naturais das colchonilhas são as moscas, seguido pelas joaninhas e percevejos. Mas o ideal é acabar com elas de vez através da pulverização de extratos vegetais naturais, como a calda de fumo.

Receita caseira:

100 g de fumo de corda
1/2 litro de água
1/2 litro de álcool
100 g de sabão de coco


Corte o fumo de corda em pedaços pequenos, misture junto com a água e o álcool e deixe curtir na sombra em um vidro fechado por 15 dias. Rale o sabão de coco, misture a 10 litros de água e junte a calda de fumo. Pulverize nas áreas afetadas.

O ideal é que, antes de pulverizar esta mistura, se dê "um banho" na planta, derrubando a maior parte das praguinhas. Se forem poucas colchonilhas, você pode diluir a mistura em até 20 litros de água.

As aplicações devem ser feitas no fim da tarde, de forma que as plantas não queimem com o sol. Pela manhã, "lave" as plantas pulverizadas e repita o procedimento no dia seguinte se necessário.