sexta-feira, 4 de março de 2016

As verduras de Antigamente

Antigamente as frutas e verduras eram vendidas de casa em casa. Caminhões com alto falante anunciavam as ofertas das hortaliças colhidas no dia. Também havia venda nas feiras, entregas feitas com carroças e carrinho de mão. Depois as feiras foram crescendo cada vez mais e os mercados
Foto: rioantigofotos.blogspot.com.br
tornaram-se super mercados e hipermercados. 
Começaram a aparecer frutas diferentes nas prateleiras, maça, brócolis, laranja o ano todo! E olha que engraçado, tanta diversidade, frutas fora de época ou de outras regiões e por um preço mais barato! Na verdade, talvez seja por isso que nos adaptamos tão bem com a rotina de produtos não orgânicos em nosso cardápio. Ele chegou de mansinho, nem percebemos que substituímos o produto da feira por um produto industrializado. Aliás, ele nem tem cara de industrializado, pelo contrário, parece muito mais saudável, já que os frutos são maiores, sem picadas de bichos, as folhas das verduras são intactas, tem até fruta sem caroço. Pudera, frutas, verduras e legumes orgânicos são menores, menos atraentes e com aspecto mais judiado que aqueles que recebem produtos químicos para eliminação de pragas ou que são "melhorados" em laboratório. Hoje aprendemos a comer sempre os mesmos vegetais e esquecemos que há estações, e que melhor seria comer os alimentos de estação, que são mais nutritivos, tem mais sabor, usam menos adubo, menos veneno, preserva o meio ambiente e são naturalmente saudáveis. Pensando nas verduras de antigamente, me dispus a criar uma pequena horta, e tem sido muito prazeroso. Tente você também. Não custa. É com pequenos gestos que podemos alcançar grandes mudanças. Comece mudando seu pequeno mundo. Faça uma horta orgânica.