quinta-feira, 3 de março de 2016

Invista Em Plantas Perenes E Economize Água e Dinheiro

Perene é o nome que se dá a espécies mais "brutas", rústicas, e que tem um ciclo de vida mais longo que as demais. Por serem rústicas, elas não exigem tanta manutenção, são econômicas, pois vivem bem com o que a natureza oferece, como os nutrientes do solo (sem necessidade de adubação), poucas regas (ou nenhuma na época das chuvas). Isto é suficiente para sua sobrevivência.

Ao contrário de plantas mais frágeis, como rúcula, alface, almeirão, salsinha e cebolinha que tem um ciclo de vida mais curto, as plantas perenes podem durar mais de 2 anos, são auto sustentáveis e de alto valor nutritivo ou medicinal.

A maioria dos arbustos são perenes: Alecrim, Manjericão, Tomilho, Sálvia... Quanto mais você consome, mais ele brota forte e bonito.

A babosa também se encaixa nesta categoria, campeã em economia de água, a babosa é uma das plantas que requer menos cuidados que conheço. Plantas de touceiras, como capim cidreira e citronela também duram muitos anos e cada vez preenchem mais espaço.

A hortelã é outro exemplo, se cultivá-la em local mais fresco, onde não bata o sol a pino, a hortelã se alastra como uma verdadeira praga. E mesmo que você a pode inteirinha, em poucas semanas surgirão novos rebentos da planta.

Plantas perenes beneficiam as plantas mais frágeis. Por terem vida longa, produzem muita matéria orgânica, que nutre o solo, fortalecendo suas vizinhas. Todas as plantas nativas são perenes. Pesquise e invista nas plantas de sua região.