sábado, 5 de março de 2016

O Melhor Canteiro

Quem possui um terreno com boa área com terra, pode investir em canteiros. Existem vários modelos, você só precisa escolher qual o mais adequado para o seu ambiente. 

Eles podem ser altos, baixos, redondos, retangulares... E a matéria prima para construção também é variada: pedras, madeira, tijolos, pneus...

Foto: casadalatoeira.blogspot.com
Este tipo de canteiro é chamado de canteiro elevado. Consiste em usar estacas de madeira, ou bambu, lado a lado, formando um quadrado. Também pode ser feito com tábuas, pedras, tijolos ou garrafas PET.

Quando a estrutura estiver firme e na altura desejada, forre o fundo com uma lona, para impedir o contato da terra local e a terra adubada com a qual você preencherá o canteiro. Antes de começar o plantio, regue o solo por uns 2 ou 3 dias, até a terra assentar, 

Este é um modelo de canteiro de tijolos soltos em espiral. Não é um canteiro elevado, os tijolos servem apenas para delimitar a área de cultivo e separação de espécies.

Para este tipo de canteiro, basta afofar a terra com um enxadão, retirando pedras e debulhando os torrões antes do plantio. 

Canteiros de pedras e tijolos em forma de mandalas tem sido muito utilizados por paisagistas. São ótimos separadores de espécies e dão um visual new age a horta.

itapeva.sp.gov.br
E estes são os canteiros mais tradicionais, sem estrutura lateral. 

Consistem na elevação do solo através do afofamento da terra. É feito o desenho do canteiro, que pode ser redondo, retangular, quadrado... e a terra é preparada durante alguns dias, até estar perfeita para o plantio.

Geralmente alternam-se o afofamento da terra, com regas e adubação orgânica. 

Apresentei uma breve ideia de tipos de canteiros, mas existe uma infinidade de modelos a pesquisar ou a inventar.